God of War: Ghost of Sparta


God of War: Ghost of Sparta

Rock ON!!!

Tem alguns dias que comecei a jogar a continuação de God of War para PSP: Ghost of Sparta.
Tenho me divertido mais que no primeiro, pois a história está melhor roteirizada, não tem tantos puzzles impossíveis, a jogabilidade ficou mais simples, os gráficos estão mais macios e melhor trabalhados.

Mas acho que o melhor mesmo é o roteiro. Não me sinto jogando, mas participando de uma história. Desta vez encarnamos Kratos já ‘coroado’ como Deus da Guerra, agora em busca de um irmão perdido [ok, meio piegas e clichê], mas de qualquer jeito interessante.

Essa busca, a narrativa, as situações, fazem desse jogo, pelo menos para mim, um grande livro de história, com animações e filmes, mas ainda sim, parece que faço parte de uma história. É bem bacana.

Cheguei a quase brigar com um amigo, o Eduardo V., que me deu um spoiler. Foi nesse momento que notei que não estava jogando God Of War, mas apreciando a narrativa, a história que esse jogo contém.

As animações estão mais bonitas. O PSP tem uma grande capacidade gráfica e de áudio e isto foi bem aproveitado nesta versão jogo.

Vejam, não pretendo me tornar especialista nisso, mas digo como alguém que joga casualmente alguma coisa e que já há uns 6 anos não jogava nada por tanto tempo. Não é cansativo como o primeiro, apesar de que às vezes parece que o Kratos é uma criança grande e mimada [“Eu quero meu irmãoooo!!”].

Mesmo assim, God of War: Ghost of Sparta fornece boas horas de diversão.

A maneira como Kratos luta e destrói seus inimigos também está bem mais variada e violenta. Afinal, o jogo tem censura 18 anos aqui no Brasil e por isso mesmo não há o que reclamar. Não vejo GOWGS como sendo um jogo para uma criança jogar, justamente devido às cenas em que o Kratos rasga seus inimigos ao meio ou arranca as suas asas, nem uma cena no bordel é adequada a uma criança, por isso, pais, não deixem seus filhos jogarem.

Não me entendam mal, apenas não acho adequado expor crianças a isto. Mas para adultos, o entretenimento é garantido, a diversão é muito boa, embora eu tenha ficado chocada com algumas cenas, mas vejam bem, o jogo é censurado, então, não é reclamação, apenas que a perfeição e riqueza de detalhes causam às vezes: raiva, angústia, ódio, euforia, alegria, sensação de dever cumprido etc.

Esta versão é para PSP. Meu aparelho é um PSPGO.
Posso jogar 2h [em média] diariamente com ele. Não porque a bateria acabe, é que saio e vou fazer outras coisas, trabalho etc. rss

É isso, galera.

Rock OFF!!

 

About Priss Guerrero

Ilustradora e redatora do Rock Me ON. Aceito encomendas para ilustrações e tratamento de imagens. Contato: @prissguerrero1
Image | This entry was posted in Games and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s