Instalando Ubuntu 13.4 em Virtual Box


Rock ON!!!

Olá, pessoal!

Hoje decidi criar uma máquina virtual no Virtual Box para comportar o Sistema Operacional Ubuntu 13.4, versão mais recente do sistema amigável ‘Linux’ [vou chamar assim, porque este post destina-se a pessoas leigas, portanto, vou simplificar muito os termos].

Bom, eu já tinha o programa Virtual Box instalado aqui no meu Windows 8.

Mas você pode obter uma Virtual Box gratuitamente em: https://www.virtualbox.org/. Ou use a Máquina Virtual de sua preferência. De repente assim, só me lembro do VMWare. Mas não a utilizo, acho confusa. Enfim, a minha versão da Virtual Box ainda é a  4.6 r82870. Não atualizei porque não quis. No site, a versão atual é a VirtualBox 4.2.16.

Bom, supondo que você já tenha uma Virtual Box, vamos criar a máquina virtual em passos simples:

  1. Clique em ‘novo’.
  2. Dê um nome para seu sistema operacional. Dica: eu coloco como nome o SO+Versão
  3. Escolha o tipo [Linux];
  4. Escolha a versão [Ubuntu];
  5. Avance;
  6. Defina o tamanho da memória virtual que sua máquina vai utilizar. Lembre-se que ela vai usar memória da máquina real. Como eu tenho um notebook da Samsung com 8GB disponíveis, deixei 2GB, que é um valor confortável para mim. Não vou entrar em detalhes.
  7. Avance.
  8. A próxima parte diz respeito ao Disco Rígido. Escolha a opção ‘criar um disco rígido virtual agora‘.
  9. Avance.
  10. O próximo item é Tipo de Disco Rígido. Como estou trabalhando com Virtual Box, fico com a primeira opção: ‘VDI [VirtualBox Disk Image]’.
  11. Avance.
  12. Em Armazenamento em Disco Rígido Físico, escolho a opção ‘dinamicamente alocado’. Muita atenção aqui, porque isso quer dizer como seu disco virtual vai trabalhar com seu disco local. Se a gente coloca um valor fixo, dá um monte de problemas. Não vou entrar em detalhes.
  13. Avance.
  14. Em Localização e Tamanho de Arquivo, você escolhe um nome e define o tamanho do seu HD virtual. Isto vai pegar espaço da sua máquina real, assim como a memória. Eu decidi pegar 10GB. Em alguns tutoriais que vi, recomendam 5GB.
  15. Pronto, você já criou a máquina virtual. Mas está sem sistema operacional, né? Digamos então que agora você tenha o ambiente configurado para poder colocar seu Sistema Operacional dentro dele. Pense numa pizza: você fez a massa e colocou o molho, agora vamos por a cobertura [Sistema Operacional] e levar ao forno [instalação].
  16. Clique duas vezes sobre a Máquina Virtual criada para liga-la.
  17. De cara, ele vai pedir para que você indique onde está a ISO do sistema Operacional. Esta ISO é o arquivo de instalação do seu sistema, você pode pegá-la gratuitamente no site http://www.ubuntu-br.org/. Lembre-se sempre de pegá-la de acordo com seu processador [32Bits ou 64bits].
  18. Bom, aí depois que você indicou o caminho da ISO, clique em iniciar. Isto faz com que a máquina virtual comporte-se como um micro real, que você foi lá e colocou o CD do Ubuntu para rodar.

 

Agora aqui eu vou separar o tutorial, para falar apenas da instalação do Sistema Operacional.

  1. A primeira tela é a de ‘Install’, onde você pode escolher o idioma que quer prosseguir a instalação, se vai só testar o Ubuntu ou se irá instalá-lo.
  2. Opção minha foi escolher em inglês, mas para este tutorial, vou colocar em português. Então, rode os idiomas até achar ‘Português do Brasil’. Sim, isso mesmo. Porque há diferença entre nosso idioma e o falado em Portugal. Exemplo: falamos ‘arquivos’, portugueses falam ‘ficheiros’.
  3. Depois que escolheu seu idioma, clique no botão Instalar o Ubuntu.
  4. Ele vai apresentar um checklist, pois vai ver se você está conectado à internet [é sempre bom estar, ele ‘se acha’ sozinho, baseado nas informações que a máquina real manda automaticamente para a máquina virtual – e é por isso que amo o Virtual Box, porque não preciso configurar isto, embora eu possa, mas acho prático deixa-lo por conta. Quando usei o VMWare, lembro que tive que fazer isso na mão e odiei. Não sei se já está automático.]
  5. Bom, posso dar check para as duas instalações opcionais, se a minha internet é de boa qualidade. E clico em Continuar.
  6. Depois, ele vai abrir a tela Tipo de Instalação. Escolha a primeira opção: ‘Apagar Disco e Reinstalar Ubuntu’. Afinal, esta é uma máquina virtual zeradinha.
  7. Clique no Instalar agora.
  8. Primeiro, ele vai verificar as suas configurações regionais de fuso horário. Praticamente ele te pergunta ‘Onde você está?’ Ajuste se necessário, basta clicar no mapinha ou escolher a cidade.
  9. Avance.
  10. Daí ele vai pedir para que você escolha o layout do teclado. Muita atenção aqui, porque ele tem uma barrinha para você testar as teclas que mais usamos em nosso idioma, tais como cedilha e acentos. TESTE. Escolha a primeira opção da lista Portuguese (Brazil) e teste. Se não aparecer, vá escolhendo outras opções e testando. NO MEU teclado, é a primeira opção. De repente, você tem um teclado diferente. Por isso eles têm a barrinha de testes. E se nada disso der certo ou vc estiver com preguiça, use o botão Detectar Layout do teclado.
  11. Clique em Continuar.
  12. Agora vem a parte mais legal. Você vai configurar nessa tela seu nome, nome do computador, nome de usuário, sua senha, confirmar a senha e escolher algumas opções de segurança.
  13. Senha: o Ubuntu é case sensitive, isto é, ele distingue maiúsculas de minúsculas, então, cuidado.
  14. Segurança: eu deixei marcada a opção ‘Solicitar minha senha para entrar’. É uma máquina só para estudos, mas é sempre bom ter esse hábito, porque além da segurança, você não esquece a maldita da senha e acreditem, a coisa mais fácil do mundo é esquecer senhas.
  15. Clique em continuar. Ele vai proceder a instalação. Enquanto isso, você pode ler as novidades do sistema, algumas curiosidades. A instalação aqui foi bem rápida. Cerca de 10min.
  16. Daí ele pede para você reiniciar. Obedeça, clique no botão Reiniciar Agora.
  17. Pode ser que dê uma pane e ele feche sua máquina virtual [Caso A]. Ou ele pode ficar travado no reinicio do sistema. [Caso B]. Dê certo, reinicie normalmente [Caso C].
  18. [CASO A]: Obedeça às mensagens. Aqui pediu para fechar a Máquina Virtual [não confunda com o Virtual Box!]. Fechei e mandei abrir novamente. Ele perdeu tudo que tinha feito e terei que fazer uma nova instalação. Aqui vc respira fundo, fala uns palavrões e volta para o começo do tutorial e faça novamente. Não sei o que há com essas versões do Ubuntu, parece meio loteria. Aconteceu quando instalava a versão de teste para escrever este tutorial. Pode ser que seja o idioma, por isso eu sempre opto por instalar em inglês.
  19. [CASO B]: Aconteceu quando instalei minha máquina de aprendizado. Daí, ele ficou travado na tela preta de reinicio de sistema. Solução: no menu Máquina, clique em Enviar CTRL+ALT+DEL [Host+D], ele vai enviar o comando para máquina virtual, e depois o Ubuntu subiu normal, para eu digitar minha senha de usuário e acessar o sistema.
  20. [Caso C]: Comemore para caramba!!!! Não deu erro algum e você já pode usar o UBUNTU 13.04.

Pronto, pessoal. Este foi o tutorial. Ficou meio longo, mas acho que está simples. Meu foco foi ajudar o mais lesado e perdido dos usuários, estudantes e curiosos. Não lembro muito sobre Linux, quando aprendi, foi com o Fedora, lá no Senai e era tudo em modo texto, não deixavam a gente usar a parte gráfica. Instalei agora para poder reciclar meus conhecimentos.

Deixo como dicas, alguns canais:

Iniciantes:

Comandos Básicos>>> http://wiki.ubuntu-br.org/ComandosBasicos

Curiosos:

Ubuntu 13.04 – TechTudo>>>http://www.techtudo.com.br/tudo-sobre/s/ubuntu.html

Ubuntu Dicas >>> http://www.ubuntudicas.com.br/blog/  [ele vive me socorrendo pelo Twitter, é um ótimo canal cheio de dicas, truques, novidades, tutoriais]

Ubuntu Dicas no Facebook>>> Muita gente disposta a ajudar>>> https://www.facebook.com/groups/ubuntudicas

Dicas Ivan>>> de tudo um pouco e aquilo que você nem espera que exista lá, tem e não é da Google!!! http://dicas.ivanfm.com

E tem outras coisas que vc pode digitar no Google, para achar tutoriais, por exemplo:

  • Foca Linux
  • Ubuntu
  • Canonical
  • Tutoriais em Linux

 

Espero que tenham gostado, galera.

O post é sem imagens mesmo, depois edito [ou não].

 

About Priss Guerrero

Ilustradora e redatora do Rock Me ON. Aceito encomendas para ilustrações e tratamento de imagens. Contato: @prissguerrero1
This entry was posted in Tiras and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s