As Mutucas e Eu: Um Péssimo Relacionamento!


Rock ON!!

Hoje vou usar o blog para desabafar.

Gente, não estou aguentando as picadas das mutucas. Fez 1 semana no último sábado que fui devorada pelas mutucas da Juréia, em Peruíbe. Ontem criei vergonha na cara e fui ao médico. Tomei uma bronca daquelas e a médica me disse que mais um pouco e vira Erisipela.

Estive olhando no Google e descobri que Erisipela também é conhecida como “Fogo de Santo Antônio” e destrói mais ainda a pele, levanta bolhas, incha, nossa, gente é um horror! Eu já acho que tá feio do jeito que tá, se virar Erisipela tô ferrada!

O mais esquisito é que além das pernas, agora as palmas das mãos deram para coçar. Acho que é psicológico, não tem motivo real para coçar. Enfim, minha vida tá um inferno. Minhas férias perfeitas foram pro vinagre e eu juro que nunca mais vou para Juréia! Lugar lindo, mas perigoso demais para mim! Posso não sobreviver a uma segunda incursão.

Estou tomando um antibiótico agora, a Cefalexina 500mg de 6 em 6 horas e um anti histamínico, a Loratadina 10mg 1 comprimido a cada 24h. Além disso, tem uma pomada cicatrizante, que é uma combinação de acetato de dexametasona 1mg/g com sulfato de neomicina 5 mg/g, que dá um alívio muito bom. Também estou fazendo compressas com soro fisiológico sempre que bate a vontade de coçar a perna. Alivia bastante! Mas é chato.

Tenho que ficar com as pernas para cima. Dirigir tá um saco, pq tem bolhas perto da dobra do tornozelo, então, o tênis pega em cima. Ontem uma estourou quando estava no médico. Aliás, as bolhas são a pior parte disso tudo. Tem bolhas como de queimaduras na minha perna esquerda e joelho. Um horror. O medo delas estourarem é imenso. Felizmente não tenho cachorro, então não corro risco de patinhas pulando nas minhas pernas e estourando as bolhas dos infernos. Meu gato é arisco e se a gente não o pega, ele não vem e nem tem o hábito de se esfregar nas pernas. Sorte!

Segundo informações do site http://www.ilhadaspecas.com.br, em postagem de 2009: “A mutuca pertence à família Tabanidae, apresenta diversas espécies (cerca de 3.400 em todo o mundo). Diferentes espécies são encontradas em diferentes habitats. A fêmea deposita de 100 a 1000 ovos em superfícies de folhas que se encontram em posição vertical, rochas, galhos e vegetação aquática. A vegetação aquática é a preferida. A eclosão dos ovos ocorre após 5 a 7 dias e suas larvas caem na água ou solo úmido (o Vale do Ribeira é úmido…). As larvas desenvolvem-se alimentando-se de outros organismos e matéria vegetal. O desenvolvimento da larva é lento e pode durar até três anos. Após esse período, normalmente na primavera ou no início do verão, a larva penetra no lodo e empupa. Duas semanas depois a pupa eclode e o inseto adulto sai voando. A vida do adulto é de 30 a 60 dias. A mutuca tem hábito diurno, os machos alimentam-se de pólen e néctar das flores e as fêmeas são hematófagas.”

Isto é uma mutuca!

Isto é uma mutuca!

Agora que viram a foto, imaginem umas 50 dessas nas minhas pernas! Ahhhh! E o pior é que na hora nem dói! Ela chega, encosta, rasga a pele, chupa o sangue e vc só percebe se olhar para as pernas ou se alguém olhar e perguntar: “o que é isso preto na sua perna?”. Daí vc bate para espantar e o bicho explode em sangue! PUTAKEU!!! minha perna ficou lavada de sangue, gente!

Sei que agora estou aqui, sofrendo com essas picadas, com medo de pegar Erisipela, limitada à minha cama durante o dia, indo sofridamente para a faculdade durante a noite, não consigo me concentrar, ontem mesmo na aula de BD, não sei o que fui fazer lá, pq não lembro lhufas do que foi a aula! A dor e a vontade de coçar foram mais fortes que meu poder de concentração.

As palmas da mão coçam e só alivia quando eu lavo, espero não desenvolver um TOC por conta disso, seria realmente chato.

Para quem me acompanha, deixo a dica: se forem para um lugar e alguém disser que tem mutucas, SAIA desse lugar imediatamente! Vai por mim, é melhor que virar almoço de mutucas e sofrer com isso!

Ah, as mutucas têm outro nome: butucas.

Não vou por foto de como estão minhas pernas aqui ou das pernas de qualquer outra pessoa atacada. Fica para vcs imaginarem porque está muito horrível mesmo! Uma das coisas que mais gosto no meu corpo são as pernas e pensem: estão destruídas. Ah, usar calças é bem irritante também, usei calça jeans sábado e domingo e só piorei a minha situação.

A médica disse que posso usar calças leves, de algodão, mas o ideal é usar bermudas ou shorts bem curtos. Ok, em casa posso ficar assim, mas ir para faculdade com o frio esquisito de SP é complicado, sem contar que fica todo mundo olhando e perguntando “o que é isso nas suas pernas?”. Juro que na 15º vez deu vontade de responder: “violência doméstica: ele me jogou uma panela de feijão quente e minhas pernas ficou assim!” ou ainda: ” isso aqui é sarampo! corra!!!! ”

Aliás, eu tive catapora quando pequena e não foi tão ruim quanto isso hoje.

Bom, pessoa, é isso. Fiquem longe das mutucas, torçam por mim e continuem acompanhando o Rock Me ON.

Agora vou fazer uma compressa de soro fisiológico, porque está dando vontade de coçar.

0/

Rock OFF!!!

About Priss Guerrero

Ilustradora e redatora do Rock Me ON. Aceito encomendas para ilustrações e tratamento de imagens. Contato: @prissguerrero1
This entry was posted in Conversa Fiada and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s